terça-feira, 8 de março de 2016

Mídia Kit - o que é e como fazer?


Todo blogueiro começa a “blogar” por hobby, mas em determinado ponto do caminho ele começa a ver seu hobby ter potencial para se transformar em um grande negócio.






E se você é desse tipo de blogueiro-empreendedor, tenho uma pergunta: você sabe o que é midia kit?


fonte - Google



Midia kit é um documento dedicado a precificar os espaços no seu site (e redes sociais) afim de atrair clientes que queiram fazer anúncio dentro dele. A boa notícia é que fazê-lo não é um bicho de sete cabeças. A primeira vez pode exigir uma dedicação maior da sua parte, mas depois o processo se torna prático e menos complicado. Quem se dedica consegue um documento bacana e dá o primeiro passo rumo à monetização do site de maneira muito especial.

Hoje vamos falar sobre as principais dúvidas sobre midia kit que a maioria de nós tem, mas nem todo mundo pergunta. O objetivo é que você consiga ter pelo menos uma ideia básica de como montar o documento e, com isso, não perder mais tempo no rumo da profissionalização do seu site.

O que eu falo sobre o blog?

Quem faz midia kit tem interesse em vender espaços publicitários – ou seja, o blog vira um produto e deve ser tratado como tal.

Na primeira página do midia kit mostre qual é a natureza do seu blog, do que ele fala, como se posiciona na internet e quem é seu público. Para alguns desses detalhes básicos é imprescindível ter uma ferramenta como o Analytics, que pode te mostrar de maneira detalhada quem acessa suas postagens. A primeira parte do seu mídia kit, que é apresentar o blog, deve ter, no máximo, dois parágrafos.

O que eu falo sobre mim?


De maneira resumida, conte um pouco da sua trajetória, o que faz da vida (além de blogar), onde você mora, que idade tem e como as pessoas podem te encontrar, principalmente nas redes sociais 

Quais espaços posso vender?




Depende do layout do seu site ou blog. Geralmente o que se  vende nos midia kit tradicionais são publieditoriais, banner e post em redes sociais.

O que são essas coisas?

Publieditorial: espaço de venda onde você faz um texto pago sobre determinado produto ou serviço no seu blog. Por respeito ao seu leitor e ética profissional, você deve sinalizar que o texto é um publieditorial. Quanto cobrar? Você é quem decide. Quanto mais tráfego qualificado você tiver, e quanto maior for a chance de converter a propaganda do seu cliente em vendas, mais caro o post fica. Na hora de estipular o preço, seja fiel aos seus dados de acesso.

Banner: espaço onde a propaganda do cliente ficará em destaque dentro do seu site. Geralmente o design desse banner já vem pronto, e você apenas o posiciona dentro do blog. Quanto cobrar? Também depende. Nesse caso, a maior variável a se levar em consideração é o número de acessos e cliques diários.

Redes sociais: nesse estilo de publicidade o que você deve levar em consideração é seu engajamento em Facebook, Twitter , Instagram ou qualquer outra plataforma onde você queira vender um espaço. O valor desse serviço é diretamente proporcional ao número de fãs da página e dados de curtições e compartilhamento dos posts: quanto maior o engajamento, maior é o custo para o seu cliente.



Devo investir em design ou o midia kit pode ser um texto corrido?


Você pode não ser o primor do design, mas nessas horas é bom deixar seu mídia kit bonito – isso porque uma das características primordiais de um produto que vai ser vendido é, justamente, seu apelo visual. 

Posso mentir nos dados do mídia kit?


Poder pode, mas não é (nem de longe) recomendável. Primeiro porque é antiético, mesmo. Ninguém deve desfilar por aí falando mentiras sobre seus dados de acesso, curtições e compartilhamentos. Segundo porque as empresas já conhecem essas artimanhas: pelo menos as grandes já estão cientes da possibilidade de se maquiar mídia kit com dados falsos.



Além disso, o mídia kit falso não tem o poder de converter nenhuma propaganda em venda. Imagine falar para o cliente em potencial que você tem cinco mil visitas diárias, sendo que tem apenas 100? As ferramentas dele apontarão os dados da propaganda e ele sacará bem rápido que seu site não é o que você vende sobre ele.



fonte- google


Existe número mínimo de visualizações  para fazer mídia kit?


Não necessariamente, mas o “senso comum” acredita que, com menos de 500 visualizações por dia, não vale muito a pena investir em mídia kit – afinal, poucas vão ser as empresas que verão valor em um blog com poucas visualizações.
Para reverter o quadro, reveja todos os dados do seu site e procure entender porque não existe uma média maior de visualizações diárias. O problema é conteúdo? Excesso de imagens? Falta de imagens? Será que você produz textos que interessam às pessoas? Um blog bem escrito, com relevância, dificilmente não encontra espaço na internet. O jeito é tentar melhorar sempre nos pontos fracos e ver se os números começam a jogar a seu favor.

Onde colocar meu Mídia Kit?


Você pode colocar o seu documento de valores de publicidade em uma aba do seu site, se isso for mais fácil – mas, aí, a atenção é redobrada, já que os valores podem mudar e você se esquecer de atualizar direto na página. Para evitar isso, e também para deixar o processo mais formal, muita gente opta por colocar o mídia kit em PDF e deixar disponível no site para baixar, além de dar a possibilidade, também, de enviar esse documento por e-mail a quem o solicita.

Busco parcerias?


Tentar parcerias é sempre legal, mas deixe que as lojas te procurem ou, primeiramente, pergunte aos potenciais clientes se pode enviar o mídia kit. Caso contrário, uma coisa tão importante e bem feita pode virar spam – e isso joga seu trabalho pelos ares.
Para facilitar esses contatos é sempre legal colocar no mídia kit quem já anunciou no seu site. Se ninguém tiver anunciado, ainda, isso não é nenhum impeditivo; mas, de qualquer forma, lembre-se de evitar ao máximo o spam. Profissionalizar esse tipo de divulgação é muito importante.



Onde me inspirar?


O que não falta por aí – em blogs grandes ou nem tão grandes – é midia kit. Você pode procurar pelo seu preferido e encontrar um padrão que te agrade para confeccionar o seu.

Pedir mídia kit da concorrência é errado?


Basicamente, não, mesmo porque ter dados da concorrência não quer dizer que você vai derrubá-la a qualquer custo. Além disso, ter essa referência serve como espelho de valores. Trabalhar pelo sucesso de um blog é uma atitude tão única que a grande maioria dos blogueiros não esconde o custo dos seus serviços e produtos.


Dicas Gerais

– Se for tirar print das ferramentas, cite a fonte;
– Mantenha seus dados atualizados;
– Não esqueça de colocar no midia kit as empresas que já anunciaram no seu blog;
– Se já tiver algum caso de sucesso com clientes, pode colocar no documento.



Tenho mais dúvidas que não foram respondidas aqui. E agora?

 Deixe suas dúvidas aí nos comentários e vamos nos falando. Conte comigo.....



Nenhum comentário:

Postar um comentário