Dicas para organizar uma mudança sem dor de cabeça

Há quem fique repleto de ansiedades só de pensar no assunto mudança. Se você é do time dos que não sabem como organizar uma mudança, neste artigo você irá encontrar dicas valiosas para colocar em prática.










Do empacotamento de todos os itens da casa, passando pelas partes mais burocráticas, até o orçamento de frete de mudança, iremos te ajudar no planejamento de uma mudança tranquila e sem estresse. Anota essas dicas:


1 – Decida o que vai e o que fica

Casa nova, mudança de ares, que tal repensar se você realmente precisa de todos os itens que estão na sua casa? Esse pode ser um bom momento para analisar se algumas roupas não podem ser enviadas para doação, se os móveis antigos combinam com a nova casa e assim por diante.

Essas avaliações podem começar semanas antes da mudança, e irão facilitar muito o processo de mudar para um novo lugar. Você pode vender os móveis que estão em bom estado e que não irão para o novo lar ou pode fazer doações em pontos de coleta que recolham móveis, caso não tenha para quem vender ou doar. 

Dica extra: há grupos e sites na internet que ajudam nesse processo, sem nem precisar sair de casa!

2 – Providencie caixas e embalagens

Assim que souber que irá se mudar, comece a procurar caixas e embalagens para colocar os pertences que serão transportados. Você pode guardar caixas de compras online, pode pedir ajuda para familiares e amigos, ou então é possível conseguir caixas em mercados da vizinhança — é bem comum que os estabelecimentos tenham caixas sobrando.

 Além das caixas, que você também pode comprar, caso não consiga doações, você precisa providenciar artigos de proteção como plástico bolha, espumas e jornais para embalar itens pequenos e médios.

Já para as mobílias mais sensíveis, para evitar que elas fiquem arranhadas ou com outros danos, separe alguns tecidos que ajudem a cobrir a superfície. Para garantir a proteção, use uma camada de tecido e outra de plástico.

Para alguns tipos de itens, como ursinhos de pelúcia das crianças e roupas mais leves, use sacos de lixo grande como embalagem.







3 – Altere o endereço de correspondências e serviços

Se você já está com o novo contrato de locação ou de compra pronto, faça a alteração do endereço das contas e outras correspondências para o novo lar. 

É importante fazer isso antes do dia da mudança, pois algumas empresas demoram para atualizar as faturas e precisam de antecedência para garantir que as cartas cheguem no destino certo.

Também é possível agendar as novas instalações, como luz, água e internet para antes da data da mudança. Confira com as empresas prestadores de serviço se você pode fazer uma mudança de endereço ou se terá de fazer uma nova contratação de plano.


4 – Meça os móveis e delimite a distribuição da mobília

Antes mesmo do dia da mudança, faça as medições dos móveis e eletrodomésticos para entender qual objeto vai em cada ambiente e em que posição. 

Saber qual a medida dos itens e também das aberturas da casa ajuda a entender se você precisará desmontar peças ou se pode levar os móveis inteiros.

Além disso, você pode fazer um desenho de como ficará cada cômodo. Isso também ajuda a coordenar os carregadores no dia da mudança, já que você poderá indicar com mais precisão onde eles devem colocar cada objeto.


5 – Identifique as caixas

Conforme você for empacotando as coisas e fechando as caixas com fita adesiva, anote com caneta ou com etiquetas o que está dentro de cada pacote. Faça isso assim que finalizar cada embalagem, pois, se você deixar para identificar as caixas depois, não irá lembrar o que está em cada embrulho.

A identificação ajuda na hora da organização da casa nova. Quando o caminhão de mudança for descarregado, através das etiquetas você já poderá colocar cada caixa ou saco nos cômodos onde os itens devem ficar.

A melhor forma de fazer as etiquetas é escrevendo o que está embalado e onde essa caixa deve ficar. Por exemplo: “livros / escritório” ou “louças / cozinha”.

Aponte também quando a embalagem possui itens frágeis e que podem se quebrar. Essa sinalização é essencial para manter os objetos inteiros, principalmente se você contratar ajudantes para sua mudança.








6 – Contrate um frete de confiança

Independente de ter muitos ou poucos itens na sua mudança, busque um freteiro de confiança. É possível reservar vans ou caminhões de diferentes tamanhos, conforme a sua necessidade.

Caso você tenha uma grande quantidade de itens, certifique-se que o profissional ou empresa contratada para a mudança disponibiliza ajudantes para carregar os móveis e caixas. Combine isso previamente, para não ter surpresas desagradáveis no dia da mudança, principalmente se você vai se mudar para um apartamento ou casa com mais de um andar.

E, por fim, prepare-se para acompanhar todo o processo de mudança. Esteja por perto na hora que os carregadores forem colocar os objetos no veículo e também no momento do descarregamento.

Com o desenho dos cômodos em mãos, guie os profissionais para que eles acomodem os móveis e caixas nos lugares corretos. Depois da mudança feita, tenha consciência de que há muito trabalho pela frente. Mas, não se preocupe, as coisas vão tomando forma e em algumas semanas seu novo lar estará como você sempre sonhou!


Até o próximo post.





Postar um comentário

0 Comentários