É primavera, te amo: veja 5 plantas fáceis de cuidar para ter em casa

 A Primavera está de volta! 22 de setembro é o dia que começa a estação das flores e, para quem adora estar cercado por verde, não existe melhor momento para se tornar um verdadeiro cultivador de plantas.










As plantas não apenas decoram o ambiente, mas ainda podem mudar instantaneamente as vibrações de qualquer casa, adicionar perfume e até mesmo purificar o ar filtrando inclusive as más energias.

Com muitas opções coloridas e baratas e com longa durabilidade, se ainda não decidiu quais plantinhas quer ter em seu jardim – ou dentro da sua casa ou apartamento – abaixo listamos algumas opções para dar início a sua coleção.

Violetas Africanas: popular e barata

As violetas africanas são plantas bastante populares por um bom motivo: elas florescem durante todo o ano. Embora não exijam muita manutenção, estas pequenas e frondosas plantas se adaptam melhor em recipientes que possuem orifícios no fundo para permitir a irrigação.





Elas gostam mais da umidade do ar do que da umidade do solo. Uma forma segura para fornecer a água necessária sem encharcar a terra é colocar água em um recipiente onde caiba o vaso das violetas e deixar repousar por cerca de 15 minutos para que a planta absorva a água pelas raízes através dos furinhos na base do vaso.

As folhas da violeta africana mancham, ficam marrons e morrem devido ao ataque de fungos quando há acúmulo de água nas folhas.

Luz: Iluminação indireta, pois a luz solar direta pode queimar suas folhas.

Água: Folhas e flores não devem ser molhadas diretamente;  A umidificação deve ser feita três vezes por semana no verão, mas apenas uma vez por semana no inverno.








Begônias, uma das plantas mais cultivadas no mundo

A begônia é uma das plantas mais cultivadas em todo o mundo por sua facilidade de manutenção e variedade de espécies – são mais de mil – com folhagens e flores de diferentes cores.




Para florescer bem, ela precisará de um local bem iluminado, mas não a coloque muito perto de uma janela ou a planta poderá ser prejudicada pela corrente de ar.

Uma das mais queridinhas das espécies desta planta é a Begônia Rex que tem folhas que, de tão extravagantes, nem precisam estar em flor para serem coloridas.

Luz: Luz média a alta

Água: Rega deve ser feita apenas quando o solo estiver seco






Bromélias, uma das plantas mais duradouras

Sua aparência exótica parece indicar que a Bromélia requer muita manutenção e habilidades especiais de jardinagem. No entanto, cultivar uma bromélia em casa é muito fácil já que se trata de uma planta duradoura facilmente adaptável a qualquer ambiente, mesmo em apartamentos.





Esta planta possui 60 gêneros e mais de 3000 espécies. Ela é valorizada por sua folhagem espessa que cresce em uma roseta natural. Perto do final de sua vida, a bromélia pode produzir uma inflorescência ou flor, cuja forma e cor variam para cada espécie.


As plantas da bromélia costumam ser epífitas e se agarram a árvores ou outras estruturas. Elas não são parasitas, mas simplesmente usam as estruturas como poleiros para coletar o sol e a umidade.

Luz: Luz média a alta

Água: Manter o solo úmido, mas sem encharcar O ideal é molhar a área ao redor da base das plantas e nunca diretamente a base.

Kalanchoe, conhecida como Flor da Fortuna

Muitas plantas são fáceis de cuidar, mas poucas são tão lindas quanto a kalanchoe em flor que possui grande variedade de cores e pode ser laranja, vermelha, amarela, rosa, lilás e branca. Também chamada de Flor da fortuna, a Kalanchoe pertence à família crassulaceae. Ou seja: é um tipo de suculenta.




Como acontece com todas as suculentas, a kalanchoe não não requer muita manutenção e é preciso se preocupar somente para que a planta receba luz solar durante algumas horas do dia e seja regada de forma adequada.

De origem africana, a flor da fortuna tem folhas resistentes ao calor e à escassez de água. Se morar em apartamento e não possuir área externa, coloque a planta em janelas e ambientes bem iluminados durante o dia. O importante é que elas entrem em contato com a luz do sol.

Luz: Luz direta

Água: Regue quando o solo parecer seco; permitir escorrer







Hibisco: decorativo e medicinal

Hibisco é uma planta linda que se adapta bem ao ambiente interno. Suas flores coloridas e grandes – podem chegar até 20 cm de diâmetro – duram apenas alguns dias, mas pode florescer da primavera ao outono e viver por vários anos.





Essas flores podem ser um complemento decorativo para uma casa ou jardim, mas também têm usos medicinais. As flores e folhas podem ser transformadas em chás e extratos líquidos que possuem muitos benefícios para a saúde.

Esta planta adora temperaturas quentes e podem ser mantidas dentro e fora de casa, mas deve receber luz solar direta várias horas por dia para florescer.

Luz: Luz direta

Água: O solo deve permanecer sempre levemente úmido, sem excesso de água.



Espero que tenham gostado das dicas!


Até o próximo post.





Postar um comentário

0 Comentários